28.9.10



E nos negócios do amor não a negociações, ele lhe rouba o coração para que pague o amor que compraste sem nem perceber e como consolo ele lhe entrega lentes, onde o mundo passa de "eu" para ser "nós".

15 comentários:

  1. Ohh queridaa :$ obrigadaa <3
    E gostei tanto *.*
    é muito bom estar apaixonado quando as negociações não têm outros fins "lucrativos" -.-'

    ResponderExcluir
  2. Denominaram o amor como 'roubo'.
    A paixão precisa mesmo ser arrancada dos braços de alguém?

    Acho que estou num momento consciente. Mas eu acreditava nessa máxima. Até abrir os olhos num mundo onde isso não é mais um fato ponderável.

    E ainda assim, o blog me deixa pensativo. E é esse o papel de uma rede social. Criar interrogações. Você cria.

    ResponderExcluir
  3. É que você se ama de amar o outro. Assim amando a si mesmo é o mesmo que amar de pensar nos dois.

    ResponderExcluir
  4. Nossa, que lindo flor*

    Sabe q eu nunca entendi bem o que é o amor* muito menos suas negociações!

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Muito lindo o texto. Amei. Tá de parabéns!

    Tem um presentinho te esperando lá no meu blog. http://doce-meio-amargo.blogspot.com/

    Espero que goste!

    Bjos

    Nina

    ResponderExcluir
  6. é, mais um fato sobre o amor *-*
    quando o 'eu' se torna 'nós' as coisas se tornam muito melhores *-*

    ResponderExcluir
  7. Vai ao post de hoje (sábado) e vê, importante ! Obrigada :)

    ResponderExcluir
  8. e alguém lá quer negociar quando as vantagens são essas?

    Acho que não, né..

    muito boniito! *-*

    ResponderExcluir
  9. Muito lindo esse texto, de verdade.
    Amei.

    ResponderExcluir
  10. Muito bom seu blog, dei um olhada em geral. Demais mesmo, *-* visite o incognita, quando der (: To seguindo.

    ResponderExcluir