14.1.12

Os príncipes dos " era uma vez" se foram, voltaram remodelados, repletos de pura modernidade. Estão com mais músculos e menos coração, com mais gel no cabelo e menos cérebro, com mais egocentrismo e menos sentimentalismo. Romantismo meus caros, é produto velho e fora de moda. Estão descartados os romances da era antiga, o que "rola" agora é aproveitar todas as oportunidades, uma para que, se pode ter muitas, não é. Os livros de contos de fadas estão jogados em algum baú velho em um porão qualquer, remoendo-se em poeira, esquecidos no tempo. As princesas perderam a decência, as coroas foram trocadas por mascaras, os vestidos diminuíram de tamanho. Não foi o tempo que mudou, foram as pessoas que graças as transformações genéticas estão com os corações cada vez menores, vivendo sempre pelo "eu", sem nunca conhecer o  "nós". São copos vazios, mentes vazias, corações vazios, vidas vazias. É o frenesi de uma vida regada de pura falsidade, é tudo tão descartavel, momentâneo, artificial. São corpos sem alma, vagando por um mundo feito de plástico com data de validade vencida.

12 comentários:

  1. Nossa, que descrição perfeita !

    Bjs
    http://maviealeatoire.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. o que acontece, Thais, é que os tão monstruosos jovens de hoje em dia, em sua maioria se libertaram de um série de valores datados, que já fizeram muito sentido no passado, mas hoje, muitas vezes, não passam de, veja você, desrespeito.

    E se hoje as princesas podem usar vestidos curtos sem serem desvalorizadas (embora isso, infelizmente, ainda aconteça), deveria ser motivo de orgulho.

    E quanto aos gels de cabelo e músculos contrangedoramente definidos, seus detentatores são tão vazios quanto os galãs do passado. Com sua esposa de vestido longo, filhos fãs de contos de fadas, e uma amante em cada bordel da região.

    Em suma, o mundo nunca foi bom mesmo. Vale o desabafo, afinal esse tipo de atitude, considerados males de nosso tempo, não passam de releituras das tantas hipocrisias que são intrinsecas a humanidade.

    beeeeijos!

    ResponderExcluir
  3. E os valores vão se perdendo e mudando ao longo dos anos, hoje o mundo é visto como "cada um por si" e ninguém quer se prender a ninguém. e pode até ser culpa da sociedade de antigamente de todo aquele romantismo de fachada que durava apenas alguns dias. E as pessoas estão sim em busca do amor, mas acham careta e nunca admitem, preferem viver assim ,é mais fácil mascarar as coisas e levar uma vida vazia.
    ;**

    ResponderExcluir
  4. tudo mudou. as pessoas simplesmente preferem ficar no conforto à encarar seus medos à dois.

    ResponderExcluir
  5. Você narrou a atualidade. Não existe nenhuma palavra aqui.
    Tudo realmente diminuiu. Caráter, valores, vestidos, coração. É a geometria do desinteresse.

    Bom voltar aqui e ler com sobriedade a sua intensa ofensiva contra a pobreza de espírito do nosso século.

    Muito bom mesmo.

    ResponderExcluir
  6. Muito verdade mesmo... Adoro o teu blog! Já segui! Segues também? http://altosebaixoss.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Maravilhoso *-* Ficaria grata com sua visita e siga se gostar:
    http://fazdecontatxt.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Oii querida, visito o seu blog pela primeira vez, e gostei muito , já esotu sgeuindo e ficaria muito feliz se vc me seguisse tbm, bjs

    http://toquaseprontaprasair.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Estou a seguir.
    Segue o meu blog, se gostares (misabelga.blogspot.com).

    ResponderExcluir