20.4.10

Dores de la vida

Dor , um sentimento que todos sentimentos , que sentimentos na pele ou no coração , que pode ser grande ou pode ser pequena , ser profunda ou ser superficial , que pode ser esquecida ou irremediável . Eis um sentimento de várias faces , de varias verdades . Um sentimento que sentimos desde de nossos primeiros dias de vida e que nos persegue até o ultimo arfar dos pulmões . Um sentimento de várias fazes , que vai seguindo nosso ciclo de vida e que por mais difícil que seja temos que suportar . Começa na nossa infância , nas dores sentidas na pele ,  no tentar ficar de pé e dar os primeiros passos , depois naquelas dores de nossas estripulias movidas por curiosidade , nas nossas quedas tentando andar de bicicleta , nos ralados das descobertas e dias de sol e  existe também aquelas crianças em que a dor é sentida muito mais profunda , a dor da fome , da sede e do frio . Ai chega a nossa adolescência , essa recordista implacável das dores , essas são mais profundas , algumas curáveis , outras nunca esquecidas , as dores da realidade nem sempre ser como você queria , a dor do amor perfeito levada pelo vento , das amizades acabadas , da intensidade prevalecida em tudo , da revolta pelas coisas más feitas pelo homem , da exclusão e dos olhares tortos e entre tantas outras em que só nós adolescentes sabemos quais são . Ai chega a fase adulta , a fase da idade dos sábios e a chegada do fim , dessas ouço falar coisas ali e aqui , conheço as dores dessas fases na teórica , lida em livros ou escutada por aqueles que passam ou já passaram por elas . Sinceramente tenho medo das dores que escuto , da realidade que me espera no mundo lá fora , mais vou fazer o que , não tenho escolhas e não vou desistir , nem tente , nem insista , desistir aqui é palavra que não existe no meu vocabulário . Mas logo que penso bem o medo si torna insignificante , pois olhando para trás vejo que em todas as minhas dores eu tinha alguém para me amparar , mesmo nas tentativas cansativas , no que parecia impossível , mesmo tendo quebrado coisas materiais ou não , mesmo nos dias de choro , nos dias de dor , nos dias de despedidas , nos dias de pura tristeza , SEMPRE tive alguém comigo e si assim continuar nenhuma dor me atingirá como ela pretende , porque terei comigo , pessoas que me ajudaram a suportar a dor . E quer saber de mais , senhora dor , você não é de nada , quando estou com aqueles que amo .

5 comentários:

  1. Flor, que blog lindo!!
    Amei tudoo!!

    Tou seguindo, tá?!

    Beijitos!

    ResponderExcluir
  2. Que blog mara, amei.
    www.candyspaceteen.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Thaaaanks liindas , muuito bom mesmo que tenham gostado . Amo vocês ;*'

    ResponderExcluir